Roda dos Livros – sugestões de Abril de 2017

Numa tarde de Primavera que mais parecia de Verão, a Roda dos Livros voltou a encontrar-se para uma sessão de conversa animada em redor dos livros. O resultado foi esta pilha, muito variada, de sugestões interessantes : Márcia: “Rapariga em guerra” de Sara Novic e “Persépolis de Marjane Satrapi Rui: “A trégua” de Mário Benedetti…

O Leitor do Comboio – Jean-Paul Didierlaurent

Ler no comboio (ou em qualquer local) é perfeitamente normal, na verdade é essencial, para quem gosta de livros. Guylain Vignolles lê em voz alta, todos os dias, durante o percurso de comboio. As suas leituras têm a particularidade de não terem qualquer seguimento, são textos avulsos sem ligação que vai lendo sentado sempre no…

O Czar do Amor e do Tecno

Francamente, não percebo, como livros menores são amplamente divulgados, enquanto um livro excelente não há um maior cuidado com a imagem e é quase inexistente. Não gosto da capa. Mas gosto cada vez mais de ler contos e este é talvez o meu preferido. O livro tem um lado A, com quatro contos, e um lado…

Roda dos Livros – Sugestões de Março de 2017

Numa tarde de Março pouco primaveril nada como reunir a Roda dos Livros para animar. Apesar do tempo, esteve uma sala bem composta em que as habituais gargalhadas não faltaram. Mais uma vez esteve connosco o Nuno Nepomuceno. Desta vez juntou-se a nós não o escritor mas o leitor e partilhou connosco opiniões sobre as…

A Avó e a Neve Russa – João Reis

João Reis opta, aqui, pelo caminho mais difícil: escolhe, como narrador, um menino de dez anos e mantém, ao longo de todo o livro, o tom da inocência deste confrontada com os factos, muitas vezes nada suaves, da vida que o rodeia. Para complicar ainda mais as coisas, este não é um menino de dez…

Nem Tudo Será Esquecido – Wendy Walker

Gosto quando um livro que eu não antecipei, me agarra e me prende à leitura como este. Um livro que eu afirmara não pretender ler. Apenas pela temática. Uma violação brutal de uma adolescente. Um crime numa pequena comunidade sem testemunhas. E sem provas. Um crime que acharam que podiam apagar da vitima, esquecendo as…

O Leitor do Comboio – Jean-Paul Didierlaurent

    Na minha opinião, dificilmente quem gosta de ler fica indiferente a este livro. Este é um desabafo impulsivo e sentido. As criticas de imprensa que aparecem na contracapa, ao contrário do que acontece com muitos outros livros correspondem à verdade. Um demasiado pequeno romance que me arrebatou e enterneceu desde o início. Primeiro Guylain e…

O Ruído do Tempo – Julian Barnes

Gosto tanto da escrita apurada e sintética de Julian Barnes. Sem falhas. Ritmada. Como uma bela música. Desta feita sobre a vida e obra de Dmitri Chostakovich, um importante compositor russo do tempo do estalinismo, atormentado e manipulado pelo poder, que o ameaçava e punia quando não agradava ou bajulava e premiava quando cedia. Dividido em…

A Avó e a Neve Russa – João Reis

Como não querer ler este livro? Um menino que nos fala (como um menino) da sua visão do mundo e dos planos para salvar a avó doente. É um menino que, na verdade, já é um homenzinho. Que sabe tantas coisas, tantas, da História do mundo e das pessoas em seu redor. Sabe da solidão…

Onze Tipos de Solidão – Richard Yates

Quando comecei a escrever sobre este livro de contos pensava dedicar um texto a cada uma das histórias. Escrevi umas linhas para o primeiro conto, e mais umas linhas para o segundo. Contudo a leitura ganhou fôlego e dediquei-me a lê-los de seguida, sem me preocupar com anotações e possíveis futuros textos. A solidão é…

O Último Paraíso – Antonio Garrido

 Como o título sugere, neste livro temos uma história de esperança de desesperados que na década de 1930 emigraram para a Rússia com a promessa de um futuro melhor. Este facto, que eu desconhecia, em que milhares de emigrantes como técnicos e operários especializados, idealistas e desesmpregados partiram em resposta ao apelo de prosperidade, mas…

Roda dos Livros – Sugestões de Fevereiro de 2017

Numa tarde chuvosa e fria nada como “ficar em casa”, no aconchego de amigos e de livros. Sim, sentimo-nos em casa na Biblioteca dos Olivais, que nos acolhe para falarmos sobre as nossas leituras e no calor da discussão esquecermos o mau tempo que faz lá fora. Este mês tivemos uma Roda muito animada e…

“Breve História de Sete Assassinatos” de Marlon James

      “Deixai-vos, pois, ficar a boiar no conforto da superfície de vós mesmos. Não queirais saber qual é a criatura ignóbil, o pequeno monstro, que provavelmente se vos deparará quando imprudentemente abrirdes a vossa própria caixa de Pandora.” Cristina Drios in “Adoração” “A arte é o maior crime da humanidade, pois vai contra…

A louca da casa – opinião

“(…) continuo a pensar que escrever nos salva a vida. Quando tudo o resto falha, quando a realidade apodrece, quando a nossa existência naufraga, podemos sempre recorrer ao narrativo.” A loucura, a realidade, a memória e a imaginação, são temas centrais ou até fulcrais nesta e em outras obras da autora. A descrença no passado…

É assim Que A Perdes – Junot Díaz

Eu passo, como leitora, muito tempo à espera daquele livro. O tal. O que faz esquecer tudo e preenche os meus pensamentos enquanto houver páginas para ler. Penso que é um desejo comum a todos os leitores, encontrar em todos os livros que lemos essa sensação de entrega e interesse avassaladores. Sabemos que são raros…