Serpentina, de Mário Zambujal

Quando, em 1980, li a ‘ Crónica dos Bons Malandros ‘ aprendi uma lição de vida, qual era a de não permitir que preconceitos bacocos me toldassem o espírito. Esse romance trouxe-me a grata surpresa de perceber que os autores portugueses sabiam lidar com as palavras e ideias com a mesma magia, se não maior,…

Revolução Paraíso, de Paulo M. Morais

O tema dirá muito a uns, pouco a outros, o verão quente, o ano de 1975, aquele pós-revolução que trouxe o PREC e figuras incontornáveis na história do nosso Pais. Eu tinha doze anitos, recordo, ainda que com o olhar e sentir de uma criança pré-adolescente, aqueles tempos de verdadeira mudança, de um regime longo…

Os Demónios de Álvaro Cobra, de Carlos Campaniço

Um livro carregado de gente, de histórias de gente, um labirinto delicioso, uma caminhada por entre demónios que não são demónios e anjos que não são anjos. Um livro com párocos e com campónios, com aves e demónios, com mulheres infinitamente velhas e outras novas também. E ainda homens de crenças várias e apagada esperança.…