Uma Mulher Desnecessária – Rabih Alameddine

Um romance para se ler devagar porque Aaliya Saleh é uma protagonista resilente, solitária, culta e inteligente que importa conhecer e apreender. Uma verdadeira leitora e uma leitora voraz que dedicou a sua vida a uma causa sigilosa como tradutora e refere amiude os grandes autores clássicos e contemporâneos com admiração e espirito critico. Entrar na vida…

Falcó – Arturo Pérez-Reverte

Não é segredo que gosto muito da escrita precisa de Arturo Pérez-Reverte que abrilhanta os enredos. Com o ex-contrabandista e espião dos anos 30 Lorenzo Falcó fiquei agarrada a um tempo e a um lugar em que se confundiam anarquistas, socialistas, fascistas, comunistas e uma denuncia era sinal de sofrimento e morte sem fundamentação. Os…

A Seca – Jane Harper

De regresso, após uma ausência sem motivo algum, para partilhar a minha opinião sobre os livros que leio. A Seca não é de todo uma seca. Talvez seja o melhor policial que me lembro de ter lido. E não se trata de uma frase de promoção. Apenas, adoro quando a história é tão absorvente, mas…

O Czar do Amor e do Tecno

Francamente, não percebo, como livros menores são amplamente divulgados, enquanto um livro excelente não há um maior cuidado com a imagem e é quase inexistente. Não gosto da capa. Mas gosto cada vez mais de ler contos e este é talvez o meu preferido. O livro tem um lado A, com quatro contos, e um lado…

Nem Tudo Será Esquecido – Wendy Walker

Gosto quando um livro que eu não antecipei, me agarra e me prende à leitura como este. Um livro que eu afirmara não pretender ler. Apenas pela temática. Uma violação brutal de uma adolescente. Um crime numa pequena comunidade sem testemunhas. E sem provas. Um crime que acharam que podiam apagar da vitima, esquecendo as…

O Leitor do Comboio – Jean-Paul Didierlaurent

    Na minha opinião, dificilmente quem gosta de ler fica indiferente a este livro. Este é um desabafo impulsivo e sentido. As criticas de imprensa que aparecem na contracapa, ao contrário do que acontece com muitos outros livros correspondem à verdade. Um demasiado pequeno romance que me arrebatou e enterneceu desde o início. Primeiro Guylain e…

O Ruído do Tempo – Julian Barnes

Gosto tanto da escrita apurada e sintética de Julian Barnes. Sem falhas. Ritmada. Como uma bela música. Desta feita sobre a vida e obra de Dmitri Chostakovich, um importante compositor russo do tempo do estalinismo, atormentado e manipulado pelo poder, que o ameaçava e punia quando não agradava ou bajulava e premiava quando cedia. Dividido em…

O Último Paraíso – Antonio Garrido

 Como o título sugere, neste livro temos uma história de esperança de desesperados que na década de 1930 emigraram para a Rússia com a promessa de um futuro melhor. Este facto, que eu desconhecia, em que milhares de emigrantes como técnicos e operários especializados, idealistas e desesmpregados partiram em resposta ao apelo de prosperidade, mas…

Concerto em Memória de Um Anjo – Eric-Emmanuel Schmitt

“Sinto-me genuinamente feliz ao descobrir livros e autores que não conhecia.”  Tal como o autor sinto-me genuinamente feliz. Através do diário de escrita que tem por hábito incluir nos livros li esta e outras considerações quando comparava o valor de um romance ou de um livro de contos. O tamanho de um livro é outro dos…

Água do meu coração – Charles Martin

Talvez nunca a frase “Não se deve julgar um livro pela capa” tenha feito tanto sentido como quando li este livro. A capa é bonita mas transmite uma mensagem errada. Sugere paixão num lugar idílico quando se trata de inspiração, fé e esperança. E AMOR. Um país lindo como a Nicarágua e um povo magnifico,…

Uma Dor tão Desigual

Gosto de contos. São curtos, concisos e diretos. Estes contos são relevantes pela temática que abordam. E foi justamente isso que me chamou a atenção. Isso e o conjunto de autores convidados para este desafio, que do meu ponto de vista foi superado com exito. Pode-se gostar mais de um ou de outro dos oito…

Uma Boa Mulher – Jill Alexander EssBaum

Gosto de romances no feminino mas tive alguma dificuldade em escrever este parecer. Uma Boa Mulher é uma mulher como tantas outras, que conheceu apenas uma versão do amor e sente-se triste, solitária e entediada. Uma americana que deambula pela Suiça onde reside com o marido suíço e os três filhos numa existência confortável em que…

Rio do Esquecimento – Isabel Rio Novo

Não foi fácil de ler. A escrita requintada e a prosa descritiva para uma narrativa que remonta ao Sec. XIX levou-me para os romances que li enquanto adolescente e estudante nem sempre apreciados e foi necessário vencer essa resistência involuntária que antecipei para me deixar envolver com personagens que também elas remontam aos grandes dramas…

Síndrome de Antuérpia – João Felgar

 Gosto cada vez mais de ler romances de autores portugueses. E se antes isso me surpreendia, atualmente não acontece porque espero ler algo francamente bom e com a nossa marca. Personagens com facetas que identifico, em contextos que reconheço e em circunstancias que compreendo.  A escrita e a capacidade de expressar ideias lúcidas e bem…

Uma Senhora Nunca

Patrícia Müller conseguiu mais uma vez (depois de “Madre Paula”) deslumbrar-me com uma personagem forte e simultaneamente frágil, que quase parece banal como na vida real onde se inspirou, se não penetrasse no universo mental de Maria Laura. “Uma senhora nunca deixa de ser senhora, mas pode sentir-se mulher.” (pag. 258) “Eu sempre vivi duas…

Vamos Comprar um Poeta – Afonso Cruz

Um precioso pequeno livro.  Uma lição de vida. Uma reflexão obrigatória nas palavras de uma criança de 12 anos. Uma família e a relação desta com o mundo, e mais importante ainda com o poeta, porque um poeta não faz muita porcaria. E assim entra a cultura no quotidiano desta família e tudo muda. Afonso…

Segredos Obscuros e O Discípulo

       Esqueci este livro e agora surgiu a oportunidade de o ler. De inicio não me pareceu o tipo de leitura que esperava para um thriller ou romance policial mas com a entrada de Sebastian Bergman na investigação e consequentemente na equipa, embora por um motivo pessoal e escuso, isso alterou. Regressara a Västerås…

A Mulher – Meg Wolitzer

Joan Castleman. narradora e personagem principal conta a sua historia com Joe. Tal e qual como a sinopse revela, e o motivo porque quis ler este livro, que considerei a prenda perfeita para uma leitora convicta como eu. Por acaso, a leitura foi antecipada porque a minha generosa amiga deixou-mo ler primeiro. Não é uma leitura…

Milagre – Deborah Smith

“A Doçura da Chuva” foi o primeiro romance que li desta autora e fiquei fã. Um daqueles romances que guardamos para mais tarde voltar a ler. E dos quais, procuramos mais, porque nos deixam com o coração cheio. “Milagre” não tem o mesmo impacto mas é um romance que se lê sem parar e nos conforta.…

A Improbabilidade do Amor – Hannah Rothschild

 Um volumoso romance com letra miudinha que para o conseguir ler visitei uma livraria para comprar uns óculos mas… acabei com mais um livro e sem óculos. A capa remete para o inicio da história quando Annie entra numa loja de velharias e impulsivamente compra um pequeno quadro que coloca no cesto da sua bicicleta.…

A Ridícula Ideia de Não Voltar a Ver-te

Fazer parte de um grupo de leitura abriu os meus horizontes. Uma experiência que recomendo, mesmo para os mais introvertidos e antisociais (que não é de todo o meu caso), pela possibilidade de encontrar empatia literária e não só, e assim descobrir tantos autores que de outro modo nos estariam vedados. Apenas porque estando ao nosso alcance não…