Roda dos Livros –Encontro de Maio de 2017

Em tarde primaveril, a Roda dos Livros voltou a encontrar-se à volta de uma mesa com muitos e variados livros. Aqui ficam as sugestões de leitura de Maio: Rui – “&etc – Uma editora no subterrâneo” Cristiana – “A Terra que pisamos” de Jesús Carrasco Ana – “Perto da felicidade” de Richard Yates Sónia –…

Roda dos Livros – sugestões de Abril de 2017

Numa tarde de Primavera que mais parecia de Verão, a Roda dos Livros voltou a encontrar-se para uma sessão de conversa animada em redor dos livros. O resultado foi esta pilha, muito variada, de sugestões interessantes : Márcia: “Rapariga em guerra” de Sara Novic e “Persépolis de Marjane Satrapi Rui: “A trégua” de Mário Benedetti…

“Breve História de Sete Assassinatos” de Marlon James

      “Deixai-vos, pois, ficar a boiar no conforto da superfície de vós mesmos. Não queirais saber qual é a criatura ignóbil, o pequeno monstro, que provavelmente se vos deparará quando imprudentemente abrirdes a vossa própria caixa de Pandora.” Cristina Drios in “Adoração” “A arte é o maior crime da humanidade, pois vai contra…

Roda dos Livros – Sugestões de Novembro de 2016

Com a chegada do tempo frio e chuvoso sabe mesmo bem passar uma tarde em redor de uma mesa cheia de livros. Embora um pouco mais reduzida, a Roda de Novembro foi, como não podia deixar de ser,  uma partilha animada das nossas leituras favoritas. Aqui ficam as sugestões deste mês: Isabel – “Submissão” de…

“Sete Anos Bons” de Etgar Keret

      Diz-se que os homens não se medem aos palmos. Nem as histórias, nem os livros. Em literatura o mais importante não é o tamanho mas a história que se conta e o modo como é contada. Etgar Keret escreve contos, quase sempre de pequena dimensão, e fá-lo de forma absolutamente magistral. De…

“Homens imprudentemente poéticos” de Valter Hugo Mãe

      “(…) Trago ao Universo um novo Universo Porque trago ao Universo ele-próprio (…) Alberto Caeiro in “O guardador de rebanhos” (XLVI)   As premissas básicas são simples. São, afinal, traços comuns a todas as existências: amor, medo, violência, ódio, morte, dor, felicidade, aceitação e, eventualmente, redenção. Tudo com o Japão como pano…

“Uma dor tão desigual” – Vários autores

        “Só sobrevivemos numa corda muito fina estendida sobre um abismo. Todo o ser vivo é um equilibrista.” Afonso Cruz in “O pintor debaixo do lava-loiças”   Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença. Definição de saúde de acordo com a…

“Human Acts” de Han Kang

Depois de ter lido “A Vegetariana” fiquei com uma curiosidade imensa sobre a obra de Han Kang. A forma como a autora conseguiu exprimir emoções fortíssimas através de uma escrita depurada, paradoxalmente crua e delicada, impressionou-me muitíssimo e gerou ganas de voltar a lê-la. E assim cheguei a “Human Acts”, ainda não publicado em Portugal.…

“Adoração” de Cristina Drios

      “(…) nessas catorze majestades, que combinam o raro prodígio das trevas de que são feitas com a paz que a sua contemplação oferece, como se a precipitação de toda a angústia que cabe no coração de um homem tivesse como resultado a conquista da felicidade por parte de quem a contempla. (…) O…

“A Vegetariana” de Han Kang

  “As profundezas do mar estão livres de todo o mal, são apenas vida e morte, enquanto haveria certamente uma necessidade de se benzerem as linhas, não apenas uma, mas pelo menos dez mil vezes, se tivéssemos de as enviar para as profundezas da alma humana.” Jón Kalman Stefánsson in “Paraíso e Inferno”   Dividida…

“Biografia do Língua” de Mário Lúcio Sousa

      “Face à emoção que desperta em nós um rosto, uma melodia, uma sequência de palavras, todas as explicações cessam, porque o que se sente é, é assim e é inexplicável.” Héctor Abad Faciolince in “Os Dias de Davanzati” Escolhi a citação acima por encontrar nesta frase de Faciolince a tradução perfeita das…

“Almas Mortas” de Nikolai Gogol

“Clássico da Literatura”. Esta curta menção tem o condão de despoletar uma variedade de reacções num qualquer potencial leitor; frequentemente estas oscilam entre uma repulsa forte e imediata, seguida de afastamento num piscar de olhos, como se de uma ameaça à integridade pessoal se tratasse e um estado reverencial, quase religioso, usualmente acompanhado de enfáticas…

“Rakushisha” de Adriana Lisboa

Em cada ano, quando começa a Feira do Livro, todos os caminhos da cidade tornam-se meros percursos para os pés de leitores impenitentes como eu se dirigirem para o Parque Eduardo VII sempre que puderem; nunca são precisos pretextos ou razões para ir à feira e nunca se sabe que surpresas maravilhosas lá espreitam, à…

Roda dos Livros – Sugestões de Junho de 2016

Neste início de Verão a Roda dos Livros voltou à sua “casa” de sempre, a Biblioteca dos Olivais, para mais uma tarde de conversa animada em torno de uma mesa repleta de livros. Aqui fica a bela pilha de livros constituída pelas sugestões deste mês: Sónia – “Síndrome de Antuérpia” de João Felgar Ana –…

“A Resistência” de Julián Fuks

O tempo passado a ler é tão precioso que, desde há alguns meses, esforço-me por fazer escolhas, enleadas em mil cuidados, cujo objectivo é acrescentar livros às prateleiras das minhas estantes mentais dedicadas a leituras inesquecíveis, àquelas a que, quase sempre, mais cedo ou mais tarde, me apetece voltar. Procuro permanentemente livros que me deslumbrem,…

“Vamos comprar um poeta” de Afonso Cruz

“(… ) as histórias não podem ser engarrafadas sem que se estraguem rapidamente. Têm de andar ao ar livre como os animais selvagens. Temos de as soltar para que possam correr todas nuas.”   Afonso Cruz in “O pintor debaixo do lava-loiças” Despachemos primeiro os adjectivos habituais, “saídinhos” a correr desalmadamente da omnipresente Caixa de…

“A Purga” de Sofi Oksanen

  Acabar um livro e não começar outro porque a cabeça teima em continuar povoada pelas palavras e imagens nele contidas; um livro inquietante, algumas vezes mesmo assustador, mas capaz de nos capturar instantaneamente, inexoravelmente, como uma vaga que nos submerge. Apesar da perturbação, nalgumas situações chegando mesmo à náusea, nascida das realidades brutais narradas,…

Tantos livros, tão pouco tempo…

O tempo é um capataz implacável; os minutos, as horas e os dias escorrem por nós como água através das mãos, imparáveis. Os momentos dedicados à leitura são preciosos e invariavelmente “roubados” à grande trituradora da rotina quotidiana. Por isso, prefiro sempre ler em detrimento de escrever sobre as minhas leituras. Assim, resolvi fazer um…

“Judas” de Amos Oz

  “Quando era criança, queria crescer e ser um livro. Não um escritor, mas um livro: podiam-se matar pessoas como formigas. Escritores também. Mas os livros, mesmo que os destruíssem sistematicamente, restaria sempre algum exemplar perdido nalguma prateleira, no fundo de alguma estante esquecida de uma biblioteca longínqua, em Reiquejavique, Valladolid ou Vancouver.” Amos Oz…

Roda dos Livros – Sugestões de Leitura de Março – I

  Apesar da Roda estar bastante incompleta, passámos uma bela tarde entre livros  e sentimo-nos “em casa ” no café do Cinema Ideal. Muito obrigada por nos acolherem neste dia, ainda algo agreste, de Inverno! Aqui ficam as sugestões de leitura: Jorge: “Os Interessantes” de Meg Wolitzer Rui: “Poesia Reunida” de Maria do Rosário Pedreira…