Uma parte errada de mim – Paulo M. Morais

Se eu fosse multimilionário atribuiria bolsas de felicidade. Esta é a essência do livro do Paulo! “Uma parte errada de mim” é um livro sobre a busca da felicidade, é assim que o vejo, que o sinto. “Uma parte errada de mim” fez-me sentir humana… sim, sou humana… Não, não pelo seu tema, não pelas…

Estrada de Macadame – Paulo M. Morais

Impossível não associar de imediato Paulo M. Morais a “Revolução Paraíso”, editado no ano passado. Mas na verdade, Estrada de Macadame, agora publicado, foi escrito primeiro. Gostei muito do “Revolução”, é um livro marcante, pedaço da nossa História, documento real e ficcional numa mistura única e bem conseguida. Mas gostei mais de percorrer esta Estrada,…

Revolução Paraíso, de Paulo M. Morais

O tema dirá muito a uns, pouco a outros, o verão quente, o ano de 1975, aquele pós-revolução que trouxe o PREC e figuras incontornáveis na história do nosso Pais. Eu tinha doze anitos, recordo, ainda que com o olhar e sentir de uma criança pré-adolescente, aqueles tempos de verdadeira mudança, de um regime longo…

Revolução Paraíso – Paulo M. Morais

Ainda não tinha nascido quando se deu o 25 de Abril? Devia ler este livro. Já tinha nascido quando se deu o 25 de Abril? Devia ler este livro. Muito, muito bom logo a começar pelo título. Não dá lições de moral nem opiniões, é o relato da época contada nas notícias dos jornais. Verdade…

Revolução Paraíso – Paulo M. Morais

Os comentários lidos e ideias partilhadas na Roda dos Livros não me tinham preparado para a excelência de “Revolução Paraíso”. As expectativas eram elevadas e antevi que o tema, bem explorado, poderia permitir uma leitura diferente sobre uma época falada mas raramente alvo de um escrutínio “mais à séria”. Talvez por se tratar de uma…

Revolução Paraíso, de Paulo M. Morais

O cravo vermelho desta maravilhosa capa transporta-nos de imediato para o 25 de Abril de 1974, a revolução pacífica que tanto nos orgulha. E é precisamente pouco depois dessa altura que se inicia este livro. Dois amigos, César e Adamantino, estão na Lisboa de 74 para fazer um jornal humanista. Aos dois (que me fizeram…

Revolução Paraíso – Paulo M. Morais

Os ingredientes deste livro são de peso: o enquadramento histórico, desenrolando-se a trama durante o período conturbado compreendido entre o 25 de Abril de 1974 e o 25 de Novembro de 1975; as evidentes influências queirosianas, reflectidas não só nos personagens principais (sendo que um deles é, ele mesmo, um admirador confesso de Eça), mas…