«O despertar do adormecido» de Alistair Morgan :: Opinião

“Às vezes penso que as nossas vidas são como submarinos: sensíveis às mudanças de pressão e constantemente em perigo de meter água.”

Anúncios