Laços – Domenico Starnone

Laços.jpg

Domenico Starnone é um conceituado escritor italiano que permanecia inédito em Portugal até à edição de Laços, último romance publicado pelo autor, em 2014.

Laços relata, em relativamente poucas páginas, a longa história de uma disfuncional família italiana. O livro divide-se em três partes, cada uma delas dando a diferente perspetiva dos vários elementos dessa família em relação aos acontecimentos que marcaram o seu crescimento e desenvolvimento: na primeira, lemos várias cartas de Vanda, a mãe, escritas ao marido entre 1974 e 1978, no meio do turbilhão que foi o caso extra-conjugal de Aldo, que levou a que deixasse a família para ir viver com uma mulher mais nova; na segunda, o marido conta a sua versão dos acontecimentos; por fim, temos o impacto de tudo isto na vida dos dois filhos do casal.

Laços faz um retrato brutal daquilo que é uma família presa por arames, ou melhor dizendo, por um conjunto de mentiras aliadas ao comodismo e à manutenção das aparências. Mas é também uma ode às consequências que a falta de amor e sinceridade pode ter não só sobre um casal, mas sobre quem apanha com os estilhaços – os filhos. Este é um livro que nos faz questionar aquilo que mantém uma família junta e até que ponto deverá sacrificar-se a felicidade individual de cada um dos seus elementos em prol do bem comum.

A história não será propriamente original, mas a forma como Domenico Starnone a narra faz toda a diferença. Não precisa de muitas palavras para que o leitor fique com a noção perfeita da essência daquela família, e é essa economia de palavras aliada à sua pungência que marcam a diferença. Só não lhe dou a classificação máxima porque adivinhei, talvez cedo demais, um dos desenlaces finais, mas fora isso gostei muito. Quero, sem dúvida, ler mais deste autor, por isso espero que continuem a apostar na publicação da sua obra por cá.

Tanto eu como ela conhecemos a arte da reticência. Desde essa crise de há tantos anos, aprendemos os dois que, para vivermos juntos, devemos dizer um ao outro muito menos do que aquilo que calamos. Tem funcionado.

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Laços – Domenico Starnone

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s