A Vida Amorosa de Nathaniel P. – Adelle Waldman

500_9789724749976_a_vida_amorosa_de_nathanielHaverá outro livro como este? Sobre os amores e dasamores de um homem?

Escrito na terceira pessoa, mas do ponto de vista de Nathaniel (ou Nate), Adelle Waldman, não só oferece uma viagem à vida amorosa de Nate, com livre trânsito aos seus pensamentos, como cria um ritmo próprio mantendo o interesse até ao final.

Nate é um homem peculiar. Para começar, deve ser dos poucos que tem um livro só seu, para divagar, não sobre mulheres, carros, desporto ou ferramentas, mas sobre amor e relações. Nate é conduzido pela mão de Waldman num percurso de dúvidas sobre as suas perspectivas e sentimentos. Não é comum atribuir o papel de pensador exaustivo a um homem. Os estereótipos estão marcadamente definidos na nossa sociedade, e o papel de filósofas das relações vai normalmente para as mulheres. Normalmente estas mulheres consomem-se em dúvidas e são facilmente descritas como neuróticas e ansiosas, tal é o peso que o amor, a sua constante busca e o receio de falhar assumem para elas. Assim são, na sua maioria, os romances de costumes. Sexistas e limitados.

Desde os jantares e tertúlias com os amigos, às ex-namoradas, passando pelos objectivos profissionais, Nate é um ser humano bastante completo. E complexo. Como somos todos, homens e mulheres. Na verdade, a narrativa tem um ritmo tão bom, a escrita é tão limpa e objectiva que, durante a leitura não meditei seriamente sobre nenhuma das temáticas que refiro neste texto. Envolvi-me e deixei-me levar pelos passos de Nate no dia-a-dia das vidas normais, como a minha ou as vossas, vidas com dias iguais, alguns vazios, outros dignos de serem eliminados, outros felizes e memoráveis. Descrições de coisas tão banais, por nos pertencerem a todos, que não posso deixar de me surpreender pela forma como a leitura do dia-a-dia, do que até poderia chamar de não-tema por ser tão trivial e por vezes, obrigatoriamente vazia, vai sendo habilmente construída, obviamente com detalhes com que nos identificamos, mantendo o interesse na busca de Nate. Que é, na verdade, a busca das buscas, aquilo que todos procuramos. O amor.

Desafio-vos a conhecerem o Nate. Descubram-no, odeiem-no e adorem-no.

Sinopse

“Nathaniel (Nate) Piven é uma estrela em ascensão. O seu primeiro livro vai ser publicado por uma editora importante, a sua reputação como crítico literário é irrepreensível, as mulheres adoram-no. Vive em Brooklyn há alguns anos, mas em termos sociais é como se tivesse acabado de chegar. Com estrondo.
Nate deveria, pensamos, estar feliz.
Mas ele é demasiado obsessivo para se limitar a apreciar a vida.
Uma noite, ao sair de casa, Nate é (mais uma vez) vítima desse campo minado de ex-amantes que é Nova Iorque.
Entre acusações e tentativas de fuga, Nate prevê (correctamente) que “a noite acabará como tantas outras, em lágrimas”. Mas é nessa ocasião que conhece Hannah Leary.
Como ele, Hannah vai ter a sua obra publicada por uma editora de renome. Nate fica fascinado. Ela é atraente, culta e sofisticada. Melhor do que todas as outras. Uma mulher, acredita, à sua altura. Hannah é já o objecto do seu desejo. Será também aquilo que ele realmente quer?”

Teorema, 2015

Tradução de Luís Rodrigues dos Santos

Advertisements

2 pensamentos sobre “A Vida Amorosa de Nathaniel P. – Adelle Waldman

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s