Também Isto Passará – Milena Busquets

tambemistopassaraNão sei o que tanto me atraiu neste livro. A capa não foi, a sinopse nem por isso…  “dor da perda e o peso dilacerante da ausência” não é o que procuro ler, mas algo foi, porque o adquiri sem hesitar. O pequeno formato, fácil de transportar, e uma nota de capa com “o retrato de uma geração” pareceu-me promissor, apesar de não combinarem entre si. Poucas paginas para “pintar” um retrato. Na contracapa, criticas como elegante e delicadeza, não fizeram muito sentido depois de terminada a leitura. Narrativa agridoce, sem duvida, que foca temas como o amor incondicional e absoluto, os relacionamentos que construímos e desconstruirmos, amigos, e filhos, com os valores que lhes transmitimos, numa linguagem sem subterfúgios ou subtilezas.

A acção passa-se em Cadaqués, localidade catalã da província de Girona, um lugar deslumbrante e de felizes memorias, onde Blanca regressa com filhos, ex-maridos e amigos, num processo de luto e balanço de vida. A mãe que faleceu após prolongada doença, doença essa que a transfigurou completamente como a mulher que era, deixa a filha devastada apesar de a convivência ter sido marcada por uma relação de amor-ódio.

Não sendo marcante, ainda assim é um romance muito emocional que nos dá que pensar. Retrato incompleto e contraditório de uma geração que procura se encontrar mas que segue adiante com os pesos das suas escolhas.

Por vezes interrogo-me sobre o que acontecerá quando esta nova geração de crianças, cujas mães consideram a maternidade uma religião (…mulheres cujo único interesse e preocupação e razão de ser são os filhos, que educam como se eles estivessem destinados a reinar sobre um império, que inundam as redes sociais com as fotografias dos seus rebentos, não apenas de aniversários e viagens, mas dos filhos na sanita ou sentados no penico – não há amor mais impudico do que o amor maternal contemporâneo), crescer e se transformar em seres humanos tão deficientes, contraditórios e infelizes como nós, talvez mais até, porque não me parece que se possa sair ileso de ser fotografado a cagar.”  (pag.111)

Sinopse: 

Quando Blanca era pequena, para a ajudar a ultrapassar a morte do pai, a sua mãe contou-lhe uma lenda chinesa. Uma lenda sobre um poderoso imperador que convocou os sábios e lhes pediu uma frase que se aplicasse a todas as situações possíveis.
Depois de meses de deliberações, os sábios apresentaram uma proposta ao imperador:«Também isto passará.» E a mãe acrescentou: «A dor e a mágoa passarão, como passam a alegria e a felicidade.» Agora morreu a mãe de Blanca, e este romance, que começa e termina num cemitério, fala da dor da perda, do peso dilacerante da ausência.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s