A Peste escarlate, Jack London

pesteescarlateNunca tinha lido nada deste autor, embora andasse curiosa. Por coincidência, vi um comentário sobre ele e trouxe da Cabine de leitura este título.
Trata-se de um pequeno livro, mas de grande conteúdo.
Foi escrito em 1915, mas a história passa-se no futuro. Ora, nesse futuro, mais precisamente em 2013 (!!!), uma doença nunca antes vista dizimou a Humanidade. Foram raros os sobreviventes. E é precisamente um desses sobreviventes que, 60 anos após, conta aos seus netos o que aconteceu.
A escrita do autor é excelente e impressiona como, em 1915, conseguiu prever tanto do que se passaria ..na nossa época.
A questão que nos deixa, entre muitas outras, é a seguinte: aprendeu o homem alguma coisa com o fim do que foram milênios de história da Humanidade? Tristemente, não. Voltou ao estado primitivo, a uma sociedade tribal, e, instintivamente, a sua natureza, embora naturalmente sociável, impele-o ao domínio dos seus semelhantes, se necessário, pela força, à subalternizaçao dos mais fracos, ao poder, à violência..
Lembra bastante o livro “A estrada”, de Cormac McCarthy.

Citações
“- É verdade, Edwin – respondeu. – Já não me lembrava…Às vezes a recordação do passado impõe-se-me de tal maneira que esqueço de que sou um velho sujo, vestido com uma pele de cabra, vagueando com os meus netos selvagens, pastores num mundo primitivo e desolado. O trabalho do homem é efémero e esvai-se como a espuma do mar…Assim desapareceu a nossa civilização grandiosa, colossal.”
“Os homens daquele tempo eram loucos, avô! Por isso não obtiveram resultado…Lutar contra o que não se vê com a ajuda do que não se sabe! Se tu imaginas que engulo essa!”
“Num abrir e fechar de olhos, dez mil anos de cultura e de civilização se desfizeram como espuma.”
“Em tais momentos, ninguém se preocupa com o semelhante. Cada qual luta por si.”
” Como o cão, eu era um animal sociável e não podia passar sem a companhia de outros seres da minha espécie.”
“A história do mundo não deixaria por isso de retomar o seu curso eterno! As verdades antigas serão descobertas, as velhas mentiras, sempre tão pertinazes, aviltaram os mortais. Que vantagem…”

Anúncios

2 pensamentos sobre “A Peste escarlate, Jack London

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s