A viagem do elefante, de José Saramago

a vaigem do elefante

Que não sou a maior fã de Saramago talvez já seja do vosso conhecimento. Ainda assim insisto em ler o único prémio Nobel da Literatura Português. Como leitora acho que é minha obrigação. Às vezes gosto mais, outras menos e se a minha estória favorita é sem dúvida a de “O ensaio sobre a cegueira”, o livro que mais gostei de ler foi Caim.

Este “A viagem do elefante” deixou-me mais ou menos indiferente, tenho que confessar.

Nota-se que é um livro de Saramago. A sua escrita corrida, a ritmo de leitura que por vezes me obriga a ler em voz alta (para quem não se dá com este tipo de escrita e diz que não o percebe, tente isto mesmo. Leia em voz alta, conte a si próprio uma estória e vai ver como afinal tudo parece tão simples), as constantes alfinetadas na igreja católica, nos usos e costumes arreigados no povo português, a capacidade que está somente ao alcance de tão poucos de contar uma história, de nos interessar a cada página por coisas que pouco interessam, o talento que todos lhe conhecemos.

Mas a mim faltou-lhe o génio que me faz gostar dos seus livros. Não acho especial piada à sua forma de escrever mas reconheço-lhe a originalidade que me faz esquecer o resto.

Já este livro maçou-me. O que não parece nada de Saramago. A história até começou por prometer mas às tantas já não me interessava. Não acho que seja Saramago no seu melhor. Ou então, e admito essa hipótese, fui eu que não percebi qualquer coisa nas entrelinhas.

Anúncios

Um pensamento sobre “A viagem do elefante, de José Saramago

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s