“Suddenly a knock on the door” de Etgar Keret


Suddenly_KeretOs livros são como as cerejas; um leva a outro e torna-se quase impossível parar a cascata de leituras que nos mantém, como bons e incorrigíveis leitores “compulsivos”, com o nariz mergulhado, sempre que podemos, e normalmente muito menos do que desejamos, dentro de um livro. Descobri Etgar Keret através do excelente romance “e a noite roda” de Alexandra Lucas Coelho e a curiosidade fez-me procurar mais informação sobre este autor israelita. Rapidamente acedi à sua página oficial na internet onde são disponibilizados textos em várias línguas, de acordo com as traduções das suas obras disponíveis para leitores de (quase) todo o mundo. Inesperadamente, o português é uma delas e verifiquei então que Keret é um autor conhecido e apreciado no Brasil, tendo inclusivamente sido um dos convidados da última edição da prestigiada Festa Literária Internacional de Paraty. Lamentavelmente, não consegui encontrar qualquer referência a edições portuguesas dos seus livros. Optei então por uma edição inglesa do seu último livro de contos, “Suddenly a knock on the door” que veio a revelar-se uma óptima surpresa. As histórias que integram este livro são curtas, algumas mesmo muito curtas, revelando uma espantosa capacidade para a concisão bem como para envolver o leitor devido ao seu carácter insólito, original e, acima de tudo, tremendamente imaginativo. Estes pequenos contos são quase todos perpassados por uma certa violência física e/ou psicológica e por uma ironia de contornos algo negros revelando assim um olhar argutamente satírico. É preciso lembrar que Keret nasceu e habita num país afectado por múltiplas guerras desde a sua fundação até aos nossos dias; um país que oscila entre o estado de guerra aberta e uma espécie de “peri-guerra” (antes ou depois de uma guerra), onde as pessoas vivem em contacto quotidiano com uma diversidade de situações violentas. Como se aprende a conviver com isto, dia após dias, mês após mês, ano após ano? Como é ser-se humano e viver em circunstâncias por definição desumanas, violentas, instáveis e destrutivas? Apesar de tudo isto, Keret traz-nos uma dádiva maravilhosa ao demonstrar, através da sua escrita, uma incrível capacidade criativa que nos arrebata pela sua originalidade e imaginação, mostrando-nos o que é isso de ser humano em semelhante contexto e obrigando-nos a reflectir sobre estas questões. Ele próprio reconhece, numa entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, a influência das circunstâncias violentas da vida em Israel na sua obra . Pode ler esta entrevista aqui: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2014/01/1402289-um-passeio-pela-ficcao-concisa-e-fertil-de-etgar-keret.shtml. Aqui fica também a ligação para a página do autor: http://www.etgarkeret.com/

Gostei imenso deste “Suddenly a knock on the door” e pretendo continuar a explorar a obra de Etgar Keret mas confesso que gostaria de o fazer através de edições portuguesas. Não percebo porque é que este autor extraordinário é tão absolutamente ignorado no nosso país.

Sinopse: A man barges into a writer’s house and, holding a gun to his head, demands that he tell him a story, something to take him away from the real world. A pathological liar discovers one day that all the lies he tells come true. A young woman finds a zip in her boyfriend’s mouth, and when she opens it he unfolds to reveal a completely different man inside. Suddenly, a Knock on the Door is at once Keret’s most mature and most playful work yet, and establishes him as one of the great international writers of our time.

Etgar-Keret--Alon-Ron

 

Anúncios

2 pensamentos sobre ““Suddenly a knock on the door” de Etgar Keret

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s