Livre – Cheryl Strayed

Livre Cheryl Strayed

Livre Cheryl Strayed

Adoro viajar, adoro ler sobre viagens, adoro caminhadas, adorei este livro mas não foi um amor à primeira vista porque a Cheryl começou por me enervar à séria. Quem é que vai fazer uma caminhada de centenas de Km com umas botas novas?! (nem vou falar do facto de não terem o tamanho certo…) E quem vai fazer uma caminhada com uma mochila que nem consegue levantar do chão?! E quem é que leva um fogão com o combustível errado?! E quem é que leva uma cadeira mas só leva 2 pares de meias e um já vai calçado?!

Depois percebi … este livro não é um manual de caminhada nem esta é uma história sobre viajar, pelo menos não no sentido literal. Devia ter percebido isso logo quando se vê que tem um comentário da Oprah na capa do livro mas, distraí-me com a foto das botas de caminhada.

A autora é brutalíssima quando descreve a sua caminhada física pelo PCT – Pacif Crest Trail e quando descreve a sua viagem interior. Quando fala sobre a mãe que morreu de cancro aos 40 e poucos anos e de como o resto da família, e ela própria, se desintegrou quando isso aconteceu. E como os seus pés também quase se desintegraram na caminhada e foi perdendo unhas pelo caminho.

Também é brutal a forma como descreve que dormiu com homens que mal conhecia e experimentou heroína e se divorciou do marido de quem ainda gostava, e que gostava dela, mas que não a podia ajudar porque ela estava para além de qualquer ajuda naquela altura.

Dolorosa é a forma como nos conta que tiveram de abater a égua Lady, já com 31 anos que tinha pertencido à mãe e que, quando esta morreu, ficou sem ninguém para tomar conta dela.

No entanto embora a autora seja crua quando conta a sua história não é amarga e nota-se que reconhece que o PCT – Pacif Crest Trail foi seu “amigo” dando-lhe a oportunidade de conhecer boas pessoas passar por alguns dos locais mais bonitos do continente norte americano e eventualmente atingir o seu objectivo tanto físico, chegar à Ponte dos Deuses, como espiritual, aceitar que a Vida com tudo o que tem de bom e de mau é extraordinária.

Vou só acrescentar que no fim do livro a autora tem uma lista dos “livros queimados no PCT”  e que no fim esta história conquistou-me completamente.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Livre – Cheryl Strayed

  1. Catarina, eu já tinha alguma curiosidade quanto a este livro, mas, depois de ler o teu artigo, não posso mesmo deixar de o ler. Fico na fila…

  2. Gostei, cat…o texto és tu, na tua simplicidade e pensamentos puros e giros. 🙂 não sei se vou ler, mas lendo o teu texto fico convencida de que é um bom livro! Obrigada!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s