“O Jardim das Torres Invisíveis” de Qais Akbar Omar

Por onde começar? Quando uma história de vida é muito mais e maior do que um mero livro que comentário podemos nós fazer? Uma vida tão cheia de diferenças, movida e orientada por um forte amor à família, em anos de guerra consecutivos, onde a sorte e o azar podem ditar a vida e a morte de alguém, passada maioritariamente em fuga, num país devastado, é sobre isto que nos fala esta obra.

Qais, o autor, reconstitui a sua infância e a sua adolescência no seu país natal, o Afeganistão. É através dos seus olhos enquanto criança que vamos conhecendo um pouco da cultura afegã. E a violência passa por nossos olhos sem que a possamos deter pois não colocamos sequer a hipótese de abandonar as páginas deste livro. Só assim conseguimos satisfazer a nossa curiosidade e a nossa sede de saber mais e mais destas vidas, destes homens que se tornam, aos poucos, nossos amigos e a quem desejamos o maior bem: uma vida em paz e com Paz. Fazem parte de um povo sofrido que vai obedecendo aos dirigentes que tem, tentando sobreviver…

Primeiro são os Russos que invadem o Afeganistão. E a submissão preenche os dias deste povo. E vem, de seguida o domínio Inglês… Depois os Mujahedins e os combates entre várias fações rivais. Guerilhas, mortes e fome. Fugas e desespero. E quando pensamos que já é suficiente para um menino que se fez homem cedo demais, chegam os talibãs com toda a sua ignorância, normas sem sentido e abusos de poder… E a seguir a invasão americana. Como passar por essas guerras sem que o ódio cresça? Como procurar um futuro, como esperar por um?
A família de Qais tentou manter-se unida, junto com seu avõ, tios e primos, mas a guerra separou-os. As tentativas de fuga que encetam para fugir à guerra e à fome, fizeram-no vivenciar situações de total desespero mas também de novas e grandes amizades que contribuiram para o seu crescimento.


Um livro a não perder. A história de uma vida onde nos é dado a conhecer, um pouco, um povo sujeito, sistematicamente, a pressões nada fáceis de aceitar.

Estrelas: 6*

Sinopse

Quando Qais Akbar Omar tinha sete anos, Cabul era uma cidade repleta de jardins onde ele e os primos lançavam papagaios de papel e todas as noites a família se reunia ao jantar em volta de uma toalha estendida sobre o relvado da casa do seu avô. Mas um dia a guerra civil eclodiu. A família de Qais deixou para trás tudo o que tinha e iniciou uma perigosa fuga na tentativa de abandonar o Afeganistão. Para Qais, aquilo que parecia impensável tornou-se a realidade do quotidiano: fome, frio, sofrimento, medo, prisão, tortura… O Jardim das Torres Invisíveis é um testemunho impressionante da capacidade que o ser humano tem para resistir às maiores adversidades e uma obra que não deixará ninguém indiferente.

 

Anúncios

Um pensamento sobre ““O Jardim das Torres Invisíveis” de Qais Akbar Omar

  1. Fiquei curiosa com a opinião, até porque não tinha bem a noção do que trataria o livro.
    Vai para a minha lista de livros a adquirir. Obrigada 😀
    Beijinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s