“A Lista Dos Meus Desejos” de Grégoire Delacourt

A capa deste livro (sim, acho-a bonita, sim senhor!) levou-me a pensar que se tratava de um romance leve, leve… Não, de todo!

Escrito na primeira pessoa pela personagem principal, Jo, esta obra deixa-nos pensativos e embora queira colocar no papel todo o turbilhão de sentimentos que sinto de momento, não consigo. Como exprimir com clareza sem banalizar uma história que é tão simples?

Jo ganha um prémio elevado. O que sente no momento quando sabe que recebeu esse prémio, o medo (que a devora posteriormente) de alterar o mundo que considera perfeito, embora simples, é-nos contado de viva voz. Sem querer desvendar a história torna-se difícil falar o quando ela me marcou, o quando ela está bem escrita. O tom intimista que a autora emprega leva a que tomemos como nossos os acontecimentos que Jo nos relata do antes e do depois.

Quem não pensou já e não fantasiou como seria a sua vida se ganhasse o euromilhões? E no entanto, os relatos que nos chegam aos ouvidos sobre casos semelhantes muitas vezes não têm um final feliz!!! A nossa sede de ambição e poder, face a um prémio, torna-se desmedida? Que lista fariamos nós se fossemos contemplados? Ponderariamos sequer naquilo que perderiamos se alterássemos a nossa vida?

Jo sente-se feliz com o pouco/muito que possui. Tem receio/certeza que perderia uma boa parte disso se/quando depositar o cheque. Paralelamente a estes medos faz uma retrospectiva daquilo que foi a sua infância e o seu casamento: o que foi bom, o que foi violento.

Acabei de ler o que escrevi. Bah!!! Nem por sombras traduz o conteúdo deste livro! Deixo-vos com uma frase, a primeira, que me prendeu de imediato: “Mentimos sempre a nós próprios.”
Leiam. Vale a pena!


Estrelas: 5*

Sinopse

Uma história tocante sobre a felicidade das coisas simples da vida.

O meu nome é Jocelyne. Quando era jovem, sonhava trabalhar no mundo da moda em Paris e conhecer um Príncipe Encantado. Mas a vida foi passando e, afinal, tenho uma retrosaria, o meu marido pouco ou nada me liga e os meus filhos já deixaram o ninho. Mas a sorte mudou e, agora, posso ter tudo o que sempre desejei. No fim de contas, agora posso ter tudo o que sempre desejei. Mas começo a duvidar se o dinheiro me trará realmente a felicidade e se não terei mais a perder do que a ganhar…

Uma história luminosa, comovente e divertida sobre o amor e o acaso, que já inspirou mais de meio milhão de leitores em todo o mundo a procurar a verdadeira felicidade.

Anúncios

2 pensamentos sobre ““A Lista Dos Meus Desejos” de Grégoire Delacourt

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s