O Sacristão Romântico de Rånö – August Strindberg (& etc)

O Sacristão Romântico de RånöReconhecido como o escritor nacional na Suécia, August Strindberg (1849-1912) notabilizou-se em peças de teatro que ainda em vida viu serem levadas a palco em vários países, nomeadamente nos EUA e os romances reconhecidos como modernistas centrados no naturalismo nas primeiras obras caminhando gradualmente para o expressionismo e até surrealismo, sendo o autor um dos precursores desta tendência na literatura no seu país.

O Sacristão Romântico de Rånö (1888) é nas palavras do próprio August Strindberg como «o que escrevi de melhor» sendo a novela que antecipa muitas das reflexões, inquietações e o delírio que reflete a difícil distinção entre o real e o imaginário, temas abordados pelo autor em Inferno (1897).

Alrik Lundstedt é o personagem central desta pequena novela sendo ele próprio O Sacristão Romântico de Rånö que desde criança “aprendeu a brincar sem brinquedos – que nunca havia visto -, sem companheiros, sem sítio para brincar e sem conhecer jogos” (p. 75). Assim, o pequeno Alrik encontrou na natureza os seus amigos e os seus jogos de criança, técnica que utilizou durante todo o resto da vida misturando com frequência a realidade com o sonho sentindo dificuldade em destrinçar, por vezes, um plano do outro.

Alrik cresce e decide deixar a sua pequena ilha que consegue dar a volta em apenas quinze minutos dirigindo-se a Estocolmo onde aprenderá a tocar órgão para a igreja e também para ser professor. Ao apaixonar-se pela vida moderna da capital, Alrik continua a identificar nos elementos da natureza os seus pares, assim como a sua amada, quando tem de regressar à sua ilha natal.

Viver a vida como se fosse um sonho é a forma que Alrik tem para enfrentar o isolamento da pequena ilha, bem como a difícil vida diária, preferindo, deste modo, os sonhos durante o dia na medida em que podia controlá-los sendo o seu dono e senhor.

Mas à medida que a novela se vai desenrolando, somos confrontados com a rudeza dos modos e a pobreza dos habitantes da ilha que põem em causa tudo o que Alrik diz e faz na medida em que aquelas gentes são muito dadas à mentira e à difamação.

As questões e as dúvidas levantadas vão permanecer ao longo de toda novela situando-se num limbo entre o sonho e a realidade, porém, uma coisa é certa, Alrik continua a ser o sacristão de Rånö.

Excertos:

August Strindberg (1849-1912)“Não, antes permanecer livre e tocar, modelar o universo ao seu jeito, satisfazer os seus mínimos desejos e caprichos, fugir às obrigações, nunca lamentar a sua sorte, não invejar ninguém e não possuir nada que se temesse perder. Mais valia uma Angélica para todo o sempre, do que uma dona-de-casa para a vida. Tomada esta decisão, o Sr. Lundstedt deitou-se para ir ao encontro dos seus sonhos, embora preferisse os sonhos diurnos que controlava e dos quais continuava dono e senhor.” (p. 73)

“Era mais ou menos assim, embora com menos floreados, que o sacristão feiticeiro de Rånö contava a sua história, quando um barco de recreio se perdia naquelas águas longínquas e lhe serviam um ou dois copos de aguardente a fim de ele indicar os locais propícios para atrair as percas. Que proporção de verdade há em tudo isto, sendo que cada uma das palavras é uma mentira, ninguém o pode dizer, tanto quanto é impossível saber como é que ele suportava a solidão e a miséria, pois nada revelava. Os vizinhos afirmam que nunca estudou na Academia de música, que nunca conheceu os pais e que nunca foi casado. Mas talvez também isto seja mentira, pois quem é que não mente naquelas terras! São um povo rebelde, bizarro, essas gentes que vivem nos confins do arquipélago; pretendem ter visto grandes serpentes marinhas, acreditam em fadas, vão raramente à igreja e põem moedas de prata debaixo das pedras; enfeitiçam os caçadores e praticam toda a espécie de feitiçarias.

Mas o maior feiticeiro continua a ser, apesar de tudo, o Sacristão de Rånö.” (p. 93)

august-strindberg-1899(1)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s